terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Pés de atleta e micose nos pés


Causas
A micose dos pés ou pé de atleta é uma doença infecciosa muito comum, é causada principalmente por fungos dermatófitos, que se alimentam da queratina da pele causando a infecção. Vale ressaltar que além dos dermatófitos, existem sobre a pele outros fungos que convivem pacificamente com e epiderme, sem causar lesões, entre eles estão às cândidas e os fungos comensais.


Os fungos dermatófitos agem com mais frequência entre os dedos ou sobre as unhas, regiões propicias para seu crescimento, devido a umidade e calor. Pessoas que fazem uso sistemático de medicamentos a base de cortisona, diabéticos, portadores de baixa imunidade, com problemas circulatórios e atletas, são os mais afetados pela micose.


Como se dá a contaminação e os sintomas
A contaminação por estes fungos podem ocorrer de diversas formas, pois eles estão presentes em lugares frequentados por muita gente e também em animais. Praias, piscinas, saunas, vestiários, no solo ou em contato com a roupa de alguém que possua a micose, são formas comuns de contaminação. O uso de calçados fechados, de meias finas a base de material sintético, excesso de suor, arranhões e feridas, ajudam na agressividade dos fungos.


As pessoas com a micose nos pés podem ter também infecção nas mãos e virilha. Os sintomas mais comuns são; vermelhidão, descamação, fissura na pele, bolhas, pele quebradiça e esbranquiçada.
Tratamento
Apesar de ser uma infecção comum, a micose pode trazer complicações se não for diagnosticada e tratada adequadamente. Pois, a destruição da camada superficial da pele, pode servir para a entrada de outras bactérias e vírus, aumentando e podendo causar outras infecções. Além de causar coçadura, feridas graves e secreções mal cheirosas.


Para um tratamento mais eficiente o dermatologista deve além da visualização da área afetada, pedir alguns exames complementares como o micológico direto, a cultura de fungos ou bactérias e até mesmo uma biopsia (um diagnóstico da histologia da área afetada).


Para o tratamento das micoses, serão utilizados antifúngicos de aplicação local em cremes, pomadas, soluções ou, e (ou) antimicóticos sistêmicos (via oral ou intravenosa). No entanto, só um profissional qualificado pode diagnosticar melhor qual o tipo de tratamento adequado, pois alguns desses medicamentos podem causar efeitos colaterais em órgãos como, rins, estômago e fígado. Daí a necessidade de um especialista para saber toda a história clinica do paciente.


Cuide bem dos seus pés, eles merecem. Essa foi mais uma matéria BatomN feita especialmente pra você.

Instagram: @jhonata_figueira

2 comentários: